MOSTRA DE ARTES VISUAIS: VISITAS GUIADAS

          foto: @edu_de_andradee
                 



Entre os dias 01 e 13 de novembro, as professoras Sâmara Santa e Sílvia Amélia, organizadoras da Mostra de Artes Visuais do CP preparam aulas intituladas "Tour pela Mostra", que consistiu em visitas guiadas com estudantes pela Mostra, permitindo que conhecessem trabalhos dos colega e conversassem sobre eles - o descobrindo quais foram os caminhos pelos quais os colegas atravessaram até chegar ao trabalho em si. Foi uma apreciação ao vivo, sem passar por fotografias, vídeos ou livros. Adoramos! 


                                                                   "Tour pela Mostra" foto: Sâmara Santana


                                     


                                


  "Tour pela Mostra" fotos: Sâmara Santana



A Mostra de Artes Visuais do CP também recebeu a visita do fotógrafo Edu de Andrade, que fez registros muito sensíveis das obras da Mostra! 



     

                                                                   




  fotos: : @edu_de_andradee

MOSTRA DE ARTES VISUAIS DO CP



A Mostra de Artes Visuais do CP reúne trabalhos de desenho, pintura, fotografia, animação e origamis realizados por estudantes do ensino fundamental e EJA do Centro Pedagógico da UFMG. 

Os trabalhos presentes na mostra são autorais, realizados pelos estudantes ao longo do ano de 2019, juntamente com as professoras Sílvia Amélia (Artes Visuais), Sâmara Santana (Artes Visuais) e o professor em formação Fernando Augusto (Teatro/EJA). Os processos artísticos também contaram com a colaboração das bolsistas Flora Eduarda Fonseca Guimarães, Júlia
Ferreira Castanheira, Camila Cristina Silvério Pinto, Iramara Freitas e Camila Fidelis. 

A Mostra de Artes Visuais do CP é uma realização do Núcleo de Artes e do Programa de ensino, pesquisa e extensão Encontros com Arte e permanece instalada em locais variados do Centro Pedagógico até o dia 13/11/2019. 


APRESENTAÇÃO DO GRUPO MUSICAL BAMBULHA



No dia 09/10/19, entre 10h e 11h, recebemos na escola o grupo musical Bambulha. O grupo, formado por professora e alunos do curso de Licenciatura em Música da UFMG, apresentou repertório com releituras de canções infantis contemporâneas, assim como de peças da cultura popular. 





Cerca de 200 crianças, alunos e alunas dos 1º e 2º ciclo do Centro Pedagógico, assim como docentes, monitores e estagiários participaram do evento. 





O evento contribuiu para a formação artística das crianças, pela possibilidade de apreciação de repertório musical variado. Contribuiu ainda pela oportunidade de integração de crianças de diferentes turmas, anos escolares e ciclos. 



A apresentação integrou a programação das comemorações da semana da criança na escola.



ENCONTRO COM INDIGENAS NO CP



Nos dias 06 e 10 de Setembro, recebemos no CP 30 indígenas das aldeias Pataxó, Pataxó hã hã hãe e Xakriabá, que são estudantes de Artes na Formação Intercultural para Educadores Indígenas da FaE/UFMG. 


As duas turmas do 2º ano do CP receberam os indígenas e apresentaram nossa escola a eles. Pudemos assistir filmes produzidos pelas aldeias, conversar com perguntas e respostas, e também conhecer brincadeiras, pintura, dança e música da cultura indígena



O encontro foi muito rico em diversidade, afeto e diversão.





IDA AO TEATRO: ESPETÁCULO - QUEM É VOCE








No dia 04/09/2019 tivemos a oportunidade de levar os estudantes dos 6•s anos para assistir o espetáculo Quem é  você?, da cía de teatro Toda Deseo e direção da professora do curso de graduação em teatro Mariana Muniz. 
Um momento de aprendizado para além das fronteiras da ufmg. 
Um encontrol oportuno  entre a arte e as questões sociais que se apresentam em nossa sociedade.
Com o objetivo de investigar a linguagem teatral e observar a construção do corpo da personagem essa experiencia ultrapassou  todas expectativas e de certo foi um momento alegre e consequentemente de muitos aprendizados para todos.


A apresentação ocorreu na FUNARTE, um espaço importante no cenário artístico belo horizontino e ainda pouco ocupado pela sociedade local. Um momento de reconhecimento de novos espaços culturais e promoção do exercício da cidadania.